Conheça o sector de Agência DMC e DMC COOP

Atualizado: Ago 5

Criado para dar todo suporte as agências de turismo do Brasil que atendem as cooperativas e entidades nas viagens ao exterior com foco na troca de conhecimento . Embora o termo DMC esteja sendo utilizado para um serviço profissional de comércio de viagem, a DMC COOP vai mais alem!


Destination Management Company (DMC) ou Destination Management Organization (DMO) são exatamente a mesma coisa. Neste caso, as nomenclaturas não alteram os resultados e nem os valores do produto final. Muito objetivamente, um DMC é a empresa prestadora de serviços de turismo tanto para lazer (individual ou em grupos), quanto para as viagens de incentivos e convenções, e que agrega absolutamente todos os serviços necessários para atender às necessidades do viajante. Desde um guia profissional esperando no seu desembarque, até transportes, organização completa de uma convenção e toda a logística envolvida, planejamento, entre tantos outros.


Em uma interpretação mais simples, um DMC é o sonho de consumo de uma operadora ou agencia de viagem, pois tira da mão delas todo o trabalho de organizar todos estes processos (negociações, horários, etc) e os concentra em um único lugar. Mas aí, então, você pergunta: qual é a diferença entre este tipo de empresa e a DMC Coop?


Fácil: DMC/DMO é especialista no país ou região onde opera. Se por exemplo a empresa for sediada na Nova Zelândia, ela deverá ser uma especialista sobre o país e poderá agregar conhecimentos e serviços para Austrália e as ilhas do Pacífico Sul mais próximas. Informações estas que, por mais que você pesquise daqui, somente quem mora lá conhece.


Na prática, isso pode ser traduzido em ter à disposição, profissionais que conhecem o destino como a palma da mão. Mas não é só isso: eles têm uma relação muito próxima com todos os fornecedores assegurando preços que, diretamente, uma agencia ou operadora não conseguiria fazer. E, mesmo que conseguíssemos empatar os valores – ou conseguir até um custo mais baixo – iríamos precisar de horas extras para a equipe administrar tudo (com custo para a agência/operadora), desde o embarque no Brasil até o retorno; cada passo e serviço do itinerário; cada telefonema com fornecedores internacionais (novamente, com custo para a agência/operadora) e cada compra de ingresso – outro item com custo extra, pois seu negócio não tem o mesmo volume de compra de um DMC, então não irá conseguir os mesmos valores, nem a mesma rapidez e segurança na qualidade do resultado final da viagem.

A lista é longa e poderia continuar por mais algumas tantas páginas. Mas o fato é que ao contratar os serviços da DMC você pode economizar tempo e dinheiro. E, ainda por cima, aprender com os especialistas do destino sobre fatos importantes e relevantes daquele local, o que irá agregar valor à sua próxima venda, para o seu próximo viajante. Ou seja, traz mais conhecimento para você, agente de viagem.


Eles também irão te conduzir no processo da escolha de locais de eventos, reuniões, hotéis com o perfil solicitado, formatação de tours e experiências autenticas, atrações diversas, equipe de apoio e daí por diante. Muitos DMCs fazem surpresas que um bom agente de viagem também é capaz, como mandar entregar uma lembrança pelo aniversário de um viajante importante – ou uma comida que ele/a mais goste. Claro que isso somente é possível quando as duas pontas – o agente de viagem e a equipe do DMC – interagem sem estresse e em total sincronia.


Uma comunicação deste tipo entre duas culturas diferentes precisa de dois ingredientes básicos: ATENÇÃO na interpretação de e-mails recebidos em outro idioma e HUMILDADE em não interpretar à sua maneira. Se achar que houve algum ‘’ruído’’ de comunicação, a dica é escrever de volta, educadamente e com bom humor, pedindo para esclarecer sua dúvida. Nem sempre conseguimos nos expressar por escrito tão bem quanto fazemos durante uma conversa, pois ao falar temos mais recursos. Se for preciso, marque um telefonema ou até mesmo uma conversa via Skype usando a câmera. Detalhe importante: tenha em mente o fuso horário entre Brasil e o país com quem está negociando. O que pode parecer uma demora em responder é, na verdade, esta diferença de horários.


A diferença básica e grande vantagem da DMC Coop é que tudo isso é feito com foco no mercado cooperativo, interagindo com mais de 40 paises e com um conhecimento profundo tanto na parte económica , quanto na parte politica que facilita toda a interação e intercambio nos 5 continentes para que o objetivo de sua viagem seja atendido com total sucesso.


E quem pode trabalhar diretamente com a DMC Coop?  Todas as agências e operadoras que tiverem condições de atender as exigências feitas por eles – que podem ser várias ou poucas, alem das entidades de maneira direta.


Se a cooperativa for para uma convenção, evento do setor, viagem de incentivos ou um importante grupo será fundamental você marcar uma viagem de inspeção para conhecer todas as propostas, a infraestrutura de transporte e hospedagem, os tours sugeridos, etc. Tal viagem só pode ser marcada após o envio de todos os detalhes para que o receptivo do outro país programe o seu “site inspection”.


Outro ponto muito importante: para uma viagem destas não é necessário ter mais do que uma pessoa de sua agência/operadora. A pessoa certa deve ser enviada e JAMAIS deve ser um funcionário júnior. Muitas empresas do Brasil têm o hábito de fazer dessa maneira e o que ocorre é que esses profissionais retornam relatando que nada é bom e de qualidade. Perde você e perde o cliente.  O resultado desta equação é seu bolso mais vazio, a oportunidade em adquirir conhecimentos gerais sobre outros destinos, esvaziado, e aí então vai reclamar da inflação, da crise do petróleo do Oriente Médio, do Brexit…

Temos que assumir nossas escolhas. Com certeza, os últimos dois anos não têm sido fáceis para o Brasil. Mas são estes momentos que trazem excelentes oportunidades para quem não tem preguiça e quer aprender, vai atrás de informação, de mais conhecimento e de cultura geral. Muitas agências e operadoras contrataram ou tiveram crescimento em sua lucratividade, ou ambos.


Quando escutamos esses casos, geralmente a tendência é dizer que a empresa teve sorte.

Não, não foi sorte, e sim mais trabalho, mais foco e menos reclamação.  É fato que quem não reclama, trabalha sem querer tirar vantagens desonestas e se informa, irá crescer. E quem limita este crescimento somos nós mesmos.

WEX BRASIL

+55 11 3042 6843
Rua Tuiuti, 2731, sala 2
03307-005 São Paulo/SP

WEX PORTUGAL

T. +351 218 071 841
Whatsapp +351 919 882 109
Alameda Beloura, Ed. nº 4, Sala 0.4
2710-706 Sintra/Lisboa

© Wex Business | Desenvolvido por Magnasubstância

  • Branco Facebook Ícone
  • Branca Ícone Instagram
  • Branca Ícone LinkedIn